Infracommerce

Infracommerce
B3

Você precisa de dados para tomada de decisões

Você precisa de dados para tomada de decisões

Tomada de Decisões Orientadas por Dados é um processo de uso da coleta de dados para obter análises e insights sobre saúde financeira, estratégias e mais!

É um esforço dentro de uma empresa para tomar todas as decisões com base na análise de dados, ou seja, com base em métricas mensuráveis, KPIs e padrões, que podem ser aproveitados para beneficiar a organização.

Uma das maneiras pelas quais as empresas utilizam os recursos é criar personas de negócios mais completas e precisas. Personas são arquétipos de consumidores e potenciais clientes que refletem a realidade do mercado. Eles orientam ações que vão desde a criação de conteúdo até a compra de mídia e, quando devidamente medidos, podem dar às empresas uma vantagem competitiva.

Afinal, é muito mais fácil alcançar seus clientes quando você sabe o máximo possível sobre eles – seus gostos, quais informações eles consomem e quais canais eles usam para obtê-los.

No entanto, não é apenas o departamento de marketing de uma empresa que pode se beneficiar da análise de dados. Bem feito, ele indica tendências de mercado, oportunidades de negócios, estratégias mais alinhadas às expectativas do mercado e outros insights importantes que beneficiam todas as áreas de sua organização e alcançam melhores resultados.

Com a análise de dados, você pode tomar decisões mais facilmente porque pode aprender o máximo possível sobre os desafios que sua empresa enfrenta e o que você pode fazer para superá-los.

Como a análise de dados auxilia na tomada de decisões?

Os dados armazenados com segurança são amplamente utilizados em todas as unidades de negócios para auxiliar na tomada de decisões. Gestão de pessoas, contabilidade, finanças e planejamento estratégico são alguns exemplos. Sabe por que com antecedência?

A verdade é que a análise de dados expande nossa compreensão do contexto com base em eventos passados. Na aplicação principal temos o seguinte:

  • análise descritiva — dados são usados para esclarecer um cenário, problema ou situação;
  • análise preditiva — o histórico é utilizado para antever comportamentos futuros, inclusive, com modelos estatísticos;
  • análise prescritiva — informações e estatísticas são usadas para gerar recomendações, por exemplo, medidas corretivas;
  • análise prospectiva — dados são aplicados para projetar cenários futuros.

Existem vários momentos em que podemos usar a análise de dados para tomar decisões eficazes em uma empresa:

  • projetar custos e orçamentos;
  • identificar desperdícios, retrabalhos e outras métricas;
  • mapear oportunidades de melhoria nos processos;
  • avaliar o cenário financeiro e fiscal da empresa;
  • identificar competências e avaliar os colaboradores.

Nessas e em outras situações, tomamos nossas decisões mais informadas e, com isso, aumentamos nossas chances de sucesso. Da mesma forma, temos novos subsídios para definir a estratégia e planejar o futuro da organização.

Quais as vantagens de tomada de decisões baseadas em dados?

tomada de decisões orientada por dados não é seguir o que você acha que é a melhor estratégia, mas uma solução para tomar decisões informadas. Como tal, eles também podem ser mais ágeis, mais precisos e menos arriscados do que baseados em sentimentos.

Com decisões orientadas por dados, você pode agregar informações históricas para analisar tendências. Além disso, você pode tomar decisões para o futuro do seu negócio com base em trabalhos anteriores, em vez de emoções ou opiniões.

Nos negócios, sempre há um elemento de risco, mas as decisões baseadas em dados os tornam menos suscetíveis a comportamentos de alto risco. Além disso, de acordo com a pesquisa, as empresas que usam big data podem experimentar um crescimento de lucro de 8 a 10% e uma redução geral de custos de 10%.

5 dicas para tomar decisões baseadas em dados

Agora que você sabe como se beneficiar das decisões baseadas em dados, a próxima etapa é determinar como sua prática jurídica usa os dados para tomar decisões sobre como expandir e melhorar sua organização e seus resultados. Confira as dicas abaixo.

1. Avalie objetivos e problemas e faça priorizações

Qualquer decisão que você tomar deve começar com seus objetivos principais de negócios. Então, primeiro pergunte: quais metas você quer melhorar? Quais problemas estão impedindo sua empresa de atingir seus objetivos estratégicos? Comece com as coisas mais importantes ao tomar decisões, priorizando aquelas que tendem a ter mais impacto. Uma vez decidido, você precisará de métricas e dados para fazer backup.

2. Estabeleça indicadores

Após detectar e priorizar metas e problemas, defina indicadores que poderão ser analisados e irão nortear o mapeamento de soluções em potencial.

3. Encontre e analise dados relevantes

Agora é a hora de encontrar a base para as decisões e focar nos dados que são realmente relevantes. Afinal, você não quer passar horas analisando dados que não terão impacto na sua decisão final, certo?

Portanto, mantenha seus dados relevantes e colete apenas dados relevantes para seus objetivos. Você pode encontrar dados relevantes nas seguintes fontes:

  • Analytics de seu site;
  • Software de CRM;
  • Plataformas de Business Intelligence;
  • Feedback dos clientes;
  • Software de gestão jurídica;
  • Entre outras.

4. Analise e procure padrões

Neste ponto, deve ser possível começar a tirar conclusões a partir dos dados coletados. Portanto, analise informações históricas e outras e busque identificar padrões ou tendências para orientar suas decisões.

5. Avalie o sucesso e busque melhorias contínuas

Observe os dados que você coletou originalmente e com base em sua decisão inicial. Então, compare os dados históricos com os novos que você captou e gerou e pergunte-se: sua decisão baseada em dados teve um impacto positivo no crescimento de seus negócios? Essa decisão pode ser replicada ou melhorada no futuro?

Lembre-se: para que a tomada de decisões baseadas em dados seja ágil, eficiente e precisa, é necessário contar com o apoio de plataformas e programas especializados. Sendo assim, esses são essenciais em qualquer iniciativa que envolva Business Intelligence e análise de grandes volumes de dados (Big Data).

Isso porque essas ferramentas permitem captar, consolidar, cruzar, integrar e analisar dados de uma maneira fácil e rápida. Afinal, por meio de dashboards visuais e relatórios simples de compreender, e extrair insights valiosos para suas decisões.

Este artigo foi útil? Aproveite para conhecer as soluções da Infracommerce para o seu negócio!

Tendência de marketing B2C para 2022

Reunimos neste artigo as tendências do marketing B2C para 2022 que estão na boca do povo e…

Você sabe o que é Pipeline de Vendas?

O pipeline de vendas é uma ferramenta com o objetivo de apoiar a equipe de vendas em…

Infrasummit Play – Episódio 02 – Vertical Infradata

AI no varejo: Da cadeia produtiva até até o pós-venda Neste segundo episódio do Infrasummitplay,…

Quer fazer parte
do seleto grupo
de operações
de e-commerce eficientes e escaláveis?

Entregamos operações de e-commerce de acordo com as necessidades da sua empresa de forma completa ou modular.

Vamos conversar!

Conte-nos sobre seu negócio 

* campos obrigatórios.

Ao me cadastrar concordo em receber novidades sobre e-commerce, varejo e eventos relacionados à Infracommerce.