Infracommerce

B3
svg2

Tendências do varejo para 2022

Tendências do varejo para 2022

Quer saber quais são as tendências do varejo para este ano? Então não deixe de conferir o artigo completo com informações práticas que preparamos para você. Boa leitura!

O setor de varejo cresceu mais rapidamente nos últimos meses e também intensificou a competição entre os players do mercado. Por isso, as empresas que querem se destacar da concorrência devem planejar detalhadamente e entender as tendências do varejo para 2022 e os próximos anos.

Algumas das tendências do varejo este ano envolvem sustentabilidade, digitalização, coleta de dados e outros conceitos relacionados à tecnologia e inovação. Além desses fatores, o planejamento anual da empresa também deve levar em consideração mudanças no comportamento do consumidor pós-pandemia e fatores externos que possam atrapalhar as vendas.

5 maiores tendências do varejo em 2022

Conheça agora as principais tendências do varejo em 2022.

1. Omnichannel

comércio eletrônico provou ser extremamente benéfico para o setor de varejo. No entanto, não deve ser o único foco de investimento. As lojas físicas ainda são muito procuradas por muitos consumidores que valorizam a experiência presencial e sensorial da experimentação de produtos – o que alimenta a necessidade de comunicação constante com as lojas online.

As estratégias omnichannel focam na integração desses e de outros canais em todo o processo de compra, desde o preço de todos os produtos até a qualidade do atendimento ao cliente. Quaisquer diferenças serão perceptíveis e definitivamente terão um efeito adverso sobre os negócios.

2. Logístico

Em meio ao distanciamento social, o sistema logístico foi forçado a revolucionar, permitindo que o setor de varejo atendesse à enorme demanda por compras online. Os prazos de entrega dos produtos, que costumavam ser bastante longos, agora foram drasticamente reduzidos – otimizando processos internos inteiros e aumentando a percepção de valor do cliente.

Diante dessa valorização e do contínuo crescimento do comércio online, os varejistas devem sempre focar na aplicação de sistemas inteligentes ao processo, com foco na agilidade e qualidade da entrega.

3. Coleta de dados

Entender o perfil do consumidor é uma das estratégias mais importantes para os varejistas, permitindo que eles entendam suas preferências de compra para que possam oferecer produtos adequados às suas necessidades. Com o comércio eletrônico, devido à grande quantidade de informações obtidas dos usuários, fica mais fácil coletar esses dados, processá-los adequadamente e utilizá-los como base para análise. Essa deve ser uma ação prioritária para o varejo para que possa atuar com cada vez mais confiança.

4. Social commerce

As redes sociais tornaram-se uma ferramenta de comunicação extremamente eficaz para as empresas. Como parte dessa estratégia, muitos varejistas têm investido no trabalho de influenciadores para promover seus produtos e serviços – seja experimentando roupas e exibindo o caimento, ou compartilhando seus pensamentos sobre os próprios produtos com a experiência de milhares de seguidores. Outra opção é usar esses canais como pontos focais para pesquisar opiniões entre amigos e conhecidos, formando uma verdadeira comunidade social de debates de opinião.

5. Conversational commerce 

A tecnologia é a verdadeira aliada do atendimento ao cliente. Mas isso não significa que deve ser usado sempre. Muitos clientes valorizam o atendimento atencioso e personalizado, por isso se sentem mais importantes e realizados quando os profissionais os abordam para entender sua experiência com uma marca e oferecer ofertas personalizadas.

conversational commerce se concentra em tornar a presença humana uma parte essencial do processo de compra, ajudando os clientes a não se sentirem “mais um” entre muitos.

Em um mercado altamente digitalizado, não há mais chance de escapar de uma presença online. As vantagens que ela oferece ao setor são enormes – porém, é preciso ter cuidado. É importante que quem pertence a um mercado de destaque tenha atenção redobrada na hora de escolher um parceiro de plataforma – para que se preocupe em manter um alto nível de qualidade na entrega de produtos e serviços.

Ainda assim, fatores econômicos como o aumento da inflação e o declínio do poder de compra também podem aumentar a inadimplência do consumidor e prejudicar o crescimento do varejo. Independentemente da ameaça, o planejamento é fundamental para lidar com essas questões da melhor maneira possível. Quando alinhado com as principais tendências acima, seu negócio terá força para prosperar no mercado.

Gestão integrada é a palavra-chave para 2022

Organizar e planejar suas operações é fundamental para poder oferecer um serviço de qualidade aos seus clientes, e não é só uma das tendências de varejo, se tornou obrigatório.

Além disso, mostrar que você tem uma estrutura que funciona bem pode agregar valor à sua marca. As operações desorganizadas e processos de negócios que funcionam bem podem causar grandes danos à sua loja ou rede.

Você sabe por quanto o produto é vendido? Qual vendedor/loja teve melhor desempenho no mês anterior? Você sabe quais produtos têm os maiores rendimentos? Inclusive, quantos pedidos não são fechados por falta de estoque? Se você não souber as respostas para essas perguntas, precisará de integração, automação e gerenciamento de nuvem.

A gestão baseada em dados é o futuro, e é essa atitude empreendedora e visionária que mostra ao mercado quais marcas estão à frente de seus concorrentes.

Prepare-se para conquistar o mercado em 2022

Anteriormente, o varejo era dominado pelo ambiente físico. Com o impacto da pandemia, o e-commerce mostrou seu valor e conquistou clientes. Para os próximos anos, fica claro que o melhor a fazer é conectar esses dois mundos.

Aproveitar os recursos virtuais para personalizar ofertas, construir relacionamentos mais próximos com os clientes e inovar os negócios é uma estratégia ideal. Todas as tendências de varejo de 2022 apresentadas aqui mostram como garantir que sua empresa permaneça sólida e competitiva no espaço.

Essas tendências e outros novos movimentos do mercado deixam você ciente das mudanças do mercado que afetam diretamente a maneira como você trabalha e faz negócios. Essas evoluções acontecem com frequência, e a preparação para elas pode garantir que sua marca permaneça forte e competitiva.

Gostou deste artigo? Continue nos acompanhando para ter acesso a mais conteúdos como este. E caso precise de uma ferramenta que acompanhe as tendências de varejo, a Infracommerce pode te ajudar, entre em contato com a nossa equipe.

Generic selectors
Palavras exatas
Pesquise por título
Pesquise por conteúdo
Post Type Selectors

Digitalize seu Go-to-Market

Faça parte do maior ecossistema de Full Commerce da América Latina!

Inteligência de abastecimento: o que significa?

Sem inteligência de abastecimento, ou seja no mercado de suprimentos, os gerentes de categoria estão voando…

Infrashop: A vertical de tecnologia da Infracommerce

Tecnologia, inovação e as melhores soluções para digitalizar o seu Go-to-Market. Tudo isso é possível…

Você sabe o que é Business to Administration?

O Business to administration é um dos setores mais burocráticos e, por isso, é conhecido por pessoas…

Fale agora com
nossos
especialistas

Ao preencher o formulário e clicar no checkbox, você expressamente declara que está ciente de que a nossa empresa poderá realizar contato com você via e-mail, telefone, WhatsApp ou qualquer outro meio e enviar comunicações para o fim exclusivo de apresentar conteúdos, produtos e serviços relacionados à Infracommerce.