Infracommerce

B3
svg2

Entenda o impacto do one stop shop no mercado B2B

Entenda o impacto do one stop shop no mercado B2B

Quer saber do que estamos falando quando nos referimos a one stop shop no mercado B2B e como essa plataforma de compras pode te ajudar? Continue a leitura!

Você já ouviu falar do serviço one stop shop? O termo pode ser novo no seu dia a dia, mas se refere a uma tendência que promete simplificar a vida de empresas e profissionais como eletricistas, engenheiros e arquitetos.

A ideia surgiu nos EUA em 1920, mas só agora começa a ganhar espaço no mercado brasileiro. Então é divertido se atualizar e aprender sobre esse conceito que vai fazer parte do seu dia a dia nos próximos anos.

O que é One Stop Shop?

One stop shop, também conhecido como one stop marketplace, nada mais é do que um ambiente virtual ou físico onde os consumidores podem comprar diversos itens em um só lugar.

Esse modelo de negócio surgiu nos Estados Unidos, representado pelas lojas de conveniência existentes nos postos de gasolina. Esses pequenos pontos de venda são bastante completos, oferecendo uma variedade de produtos como remédios, açúcar, café e até tintura de cabelo.

Atualmente, o termo é usado para descrever empresas de compras, softwares, plataformas e sites que fornecem tudo o que as pessoas precisam em um só lugar. Assim, os consumidores não perdem tempo procurando por diversos itens.

A ideia ainda está abstrata? Imagine um site em que você consiga comprar produtos diferentes e essenciais para o funcionamento da sua empresa, como lâmpadas, capacetes e cabos elétricos. Se você já viu algo assim, então conheceu um One Stop Shop.

Além disso, a estratégia ainda pode ser aplicada em vários mercados: varejo, marcas e B2B.

  • Varejo: há diferentes maneiras das lojas promoverem o one stop shop, como focando em apenas um segmento, ampliando seu leque de produtos relacionados ou oferecendo itens de diversos setores em um só lugar. Isso também vale para vendas online, já lojas que diversificaram seu leque de produtos têm a possibilidade de vender muito mais.
  • Marcas: também podem aproveitar a ideia do one stop shop para conseguir mais resultados em seus pontos de venda. Nesse caso, é preciso desenvolver produtos relacionados com os já expostos, pensando em como agregar a vida do consumidor, tornando a compra desse novo item mais fácil de acontecer.
  • Empresas B2B: quando uma empresa B2B oferece um sistema com várias funcionalidades, ou todos os produtos necessários para tal negócio ou apresenta análises de soluções diversas, tudo isso em um só lugar. É a estratégia de one stop shop aplicada a esse mercado, já que traz mais facilidades para a empresa contratante.

Pensar em uma estratégia de one stop shop nada mais é do que promover mais facilidade e comodidade ao seu cliente, independente do mercado em que ele atua. Tendo isso em mente, fica mais fácil pensar em inovações e soluções que se enquadrem nesse formato.

Qual o impacto do One Stop Shop nas compras B2B?

O mercado B2B está em constante evolução e, assim como o B2C, precisa se adaptar para atender às exigências e necessidades do consumidor. Exatamente por isso, a venda de empresa para empresa tem tido boas experiências com o One Stop Shop. Afinal, gestores e profissionais liberais conseguem fazer suas compras com mais rapidez e eficiência.

Quer entender melhor os impactos desse tipo de negócio nesse segmento de mercado? Confira!

Maior poder de pesquisa

As pessoas responsáveis pela gestão de compras nas empresas sabem bem do desafio que é pesquisar e encontrar os suprimentos necessários. Porém, ao aderir a uma plataforma One Stop Shop, essa etapa se torna mais simples.

Na prática, a possibilidade de encontrar diversos itens em um só lugar é um grande benefício. A pesquisa é rápida e precisa, o que facilita a vida desses profissionais.

Facilidade de comparação

Em geral, uma plataforma One Stop Shop traz comentários e avaliações sobre os produtos e suprimentos que permitem ao profissional fazer comparações. Esse tipo de análise é importante para garantir o melhor produto pelo menor preço.

Vale lembrar que questões como a forma de pagamento e de frete também podem ser conferidas no mesmo ambiente. Isso otimiza o tempo de quem tem muitas outras obrigações a cumprir, não é mesmo?

Maior consumo dentro da plataforma

Como consequência de tanta facilidade, é comum que as empresas passem a comprar mais dentro dessas plataformas. Afinal, pode-se encontrar itens diversos, como papelaria, EPIs, materiais elétricos e produtos para pequenos reparos.

Menos tempo gasto com as compras

Já imaginou o tempo que um engenheiro ou eletricista pode perder ao precisar sair da obra sempre que algum produto estiver em falta? Certamente, isso prejudica o andamento dos trabalhos e reflete em seus rendimentos — já que muitos são remunerados por hora.

Por esse motivo, a redução do tempo necessário para repor os suprimentos é mais um impacto importante do One Stop Shop no mercado B2B.

Menos burocracia

Não há como deixar de mencionar que as empresas que decidem comprar em um One Stop Market reduzem a burocracia de gerenciar diversos pagamentos e lidar com tantos fornecedores.

Além disso, ao fechar um contrato único, os dados e informações ficam reunidos em um só lugar. Isso dá uma visão mais ampla e simplificada dos gastos da empresa, facilitando o controle orçamentário.

Como aplicar a estratégia one stop shop

Para montar uma estratégia de one stop shop, independente do mercado de atuação da empresa, é preciso avaliar alguns pontos, percebendo o que pode ser melhorado em cada caso para tornar o dia a dia do cliente mais prático e cômodo.

É possível aplicar o one stop shop apenas explorando espaços dentro da loja que são complementares à sua característica original. Por exemplo, os supermercados podem ampliar os produtos da linha de papelaria escolar e escritório (por causa do home office), dos cuidados com o lar, na linha de faça você mesmo.

Alguns pontos de merecem atenção na aplicação da estratégia de one stop shop são:

  • Análise da experiência do cliente;
  • Análise do espaço físico da loja;
  • Sistemas de recomendação para e-commerce;
  • Desenvolvimento de produtos;
  • Publicidade sobre a facilidade;
  • Percepção das necessidades do cliente;
  • Percepção da mudança de comportamento de consumo;
  • Busca por adaptação em momento de pandemia.

Investir em publicidade e comunicação também são indicações do diretor de negócios da 3M. Segundo ele, é preciso que as pessoas saibam da facilidade que sua loja ou marca está oferecendo e lembrem-se disso quando sair de casa.

Aplicar a experiência de one stop shop, portanto, não é algo complicado, mas exige análises da situação do mercado e do comportamento do público da empresa. “Não é necessário mudar as lojas, apenas reavaliar o uso de linhas complementares e criar programas de comunicação frequentes para aquele mix, por exemplo”, indica o diretor.

E se você ainda não está convencido sobre a importância de pensar no one stop shop em seu negócio, saiba que a tendência vai continuar mesmo após a recuperação total da pandemia.

Gostou deste artigo? Caso tenha dúvidas sobre o assunto, entre em contato conosco.

Aproveite e conheça as soluções da Infracommerce!

Generic selectors
Palavras exatas
Pesquise por título
Pesquise por conteúdo
Post Type Selectors

Digitalize seu Go-to-Market

Faça parte do maior ecossistema de Full Commerce da América Latina!

Dark Stores: o formato que tá ganhando força no mercado

As dark stores se desenvolveram massivamente durante a pandemia, e está em crescimento no Brasil. O seu…

O impacto da Copa do Mundo para o mercado B2B

A Copa do Mundo de 2022 traz com ela grandes emoções e oportunidades de vendas, que aquecem a…

Como melhorar o suporte online da sua empresa

O suporte online possibilita a construção de relacionamentos mais duradouros com os clientes e pode trazer grandes…

Fale agora com
nossos
especialistas

Ao preencher o formulário e clicar no checkbox, você expressamente declara que está ciente de que a nossa empresa poderá realizar contato com você via e-mail, telefone, WhatsApp ou qualquer outro meio e enviar comunicações para o fim exclusivo de apresentar conteúdos, produtos e serviços relacionados à Infracommerce.