Infracommerce

Infracommerce
B3

Dicas para escolher um local estratégico para o centro logístico

Dicas para escolher um local estratégico para o centro logístico

Para ajudá-lo a tomar a decisão certa na hora de escolher o centro logístico estratégico, reunimos esta lista dos 10 fatores a serem considerados.

Se você pretende alugar ou construir seu armazém logístico e operá-lo sozinho, ou terceirizar seu armazém, ou mesmo se apoiar em um centro logístico, a localização tem efeitos importantes em diversos aspectos, desde seu acesso a uma força de trabalho qualificada até sua capacidade de entregar mercadorias no prazo. Por esse motivo, você deve adotar uma abordagem holística para escolher o local estratégico.

8 Dicas para escolher um local estratégico para o centro logístico

1. Base de clientes

A primeira pergunta que você deve fazer ao realizar o planejamento da localização do armazém é “Onde estão localizados meus clientes?”

Se seus clientes estiverem localizados principalmente, digamos, no nordeste do Brasil, você provavelmente precisará apenas de um depósito localizado centralmente nesta região. Se, no entanto, você fornecer serviços em todo o país, faz sentido ter várias instalações diferentes perto dos principais centros de transporte.

Dado que as expectativas do consumidor em relação à entrega aumentaram a níveis vertiginosos, posicionar seu armazém (ou armazéns, como pode ser) perto de sua base de clientes torna mais fácil atender a essa demanda e fornecer remessas mais rápidas e acessíveis.

2. Rede de fornecedores

Depois de determinar onde sua base de clientes está localizada, a próxima pergunta a ser feita é “De onde recebo mercadorias?” A proximidade com os fornecedores deve desempenhar um papel importante na seleção do armazém, pois estar perto de seus fornecedores permite reduzir os custos de transporte e carregamento de estoque; também reduz o risco de interrupção potencial de mercadorias em trânsito.

Isso vale para fornecedores nacionais e internacionais. Se, por exemplo, você obtém principalmente materiais de outros países ou regiões, geralmente faz sentido ter uma instalação de armazenamento em regiões estratégicas ou um depósito de importação dedicado a alimentar o restante de sua rede de distribuição.

3. Zonas de Comércio Exterior (FTZs)

Falando em cadeias de suprimentos internacionais, se sua rede de fornecedores de componentes ou matérias-primas estiver localizada principalmente fora dos Estados Unidos, pode ser vantajoso procurar um armazém ativo na zona de comércio exterior. Existem inúmeros benefícios em usar uma FTZ, incluindo o adiamento ou eliminação de impostos, redução de tarifas e impostos, maior visibilidade do estoque e muito mais.

4. Proximidade de Transporte

Que modo ou modos de transporte você normalmente usa para enviar e receber mercadorias – aéreo? Trem? Caminhão? Parcela?

Como mencionamos anteriormente, as expectativas dos consumidores em relação à entrega estão em alta. Uma das melhores maneiras de otimizar a satisfação do cliente é levar em consideração a proximidade dos serviços da transportadora no processo de seleção da localização do armazém.

Escolher um local de depósito próximo ao seu principal meio de transporte, como um porto, se você importar e exportar predominantemente por via marítima, pode ajudar a reduzir os custos de transporte e permitir a movimentação de mais contêineres em um determinado período.

Se você não conseguir obter um armazém próximo ao seu principal meio de transporte ou um hub intermodal, procure um local com acesso às principais rodovias para uma conexão mais direta. Se possível, procure um local de depósito centralizado em relação aos clientes, fornecedores e transportadoras.

5. Criando Disponibilidade e Expansibilidade

Este pode parecer óbvio – você não pode acessar um depósito em uma área específica se não houver nenhum disponível – mas ainda vale a pena mencionar. A disponibilidade de construção vai muito além da seleção imediata do local; ele pode realmente afetar sua capacidade de escalar seus negócios ao longo do tempo.

Pense desta forma: digamos que você seja capaz de proteger uma instalação em uma localização privilegiada, que o coloca próximo tanto de seus clientes quanto de seus fornecedores. Agora, imagine que daqui a cinco anos, suas operações dobraram e você precisa desesperadamente de mais espaço de depósito para acomodar seu negócio em crescimento. O único problema é que, como você escolheu localizar seu armazém em uma área incrivelmente competitiva, não há outros armazéns disponíveis para expansão. Agora você se depara com um desafio logístico significativo e precisa iniciar novamente o processo de seleção do local do armazém.

Nada disso deve impedi-lo de escolher um armazém em um mercado competitivo – afinal, você precisa fazer o que é certo para o seu negócio. Em vez disso, deve incentivar a ter em mente o quadro geral ao se envolver no processo de seleção do local para um armazém.

6. Estruturas e incentivos fiscais

As estruturas e incentivos fiscais também têm um grande impacto nos custos de armazenagem, tanto direta como indiretamente. Ao avaliar possíveis locais de depósito, preste muita atenção aos impostos relacionados aos negócios, incluindo imposto de estoque, imposto de franquia e outros, bem como impostos pessoais que afetarão você e seus funcionários, como imposto de renda, imposto sobre vendas e taxas de imposto sobre propriedade.

Também é importante procurar possíveis incentivos fiscais para compensar os custos. Também acreditamos na manutenção de relacionamentos estratégicos e estreitos com associações de desenvolvimento econômico em mercados-chave, pois esses grupos se tornam recursos importantes para identificar e aproveitar esses tipos de benefícios. Para isso, se você estiver interessado em alugar um espaço de armazém, deve procurar um parceiro que possa lhe oferecer benefícios fiscais, além de pesquisar as estruturas e incentivos fiscais locais.

7. Condições e Restrições Ambientais

Certas regiões do país, como áreas serranas ou próximas ao litoral, são mais propensas a desastres naturais, como deslizamentos, inundações e tempestades de verão, que podem atrapalhar a cadeia de suprimentos. Para varejistas e distribuidores que desejam construir seu próprio armazém, fatores ambientais locais podem afetar os requisitos de construção. Embora cada local esteja sujeito a intempéries em algum grau, é importante ter em mente ao escolher um local para o centro logístico.

Além do clima e do clima, varejistas e distribuidores também devem considerar o tráfego e o acesso de caminhões. As horas de pico de tráfego e o nível de congestionamento variam de um local para outro e podem afetar os tempos de entrega. No que diz respeito ao acesso de caminhões, muitas áreas, incluindo algumas zonas industriais, têm restrições sobre quando os caminhões podem pegar e entregar.

8. Disponibilidade da Força de Trabalho

Historicamente, os armazéns sempre empregaram uma mistura de trabalhadores em tempo integral e associados temporários. Ao longo dos anos, o conjunto disponível de trabalhadores qualificados tornou-se menor por várias razões, forçando varejistas e distribuidores a se tornarem mais competitivos, geralmente oferecendo salários mais altos, horários flexíveis e outros benefícios. A pandemia do COVID-19 tornou esse fator ainda mais limitado, devido ao incentivo da saúde pública de ficar em casa, embora isso provavelmente diminuirá com o fim da pandemia.

Ao explorar as localizações dos armazéns, a disponibilidade da força de trabalho precisa ser uma prioridade. Além do desafio de encontrar trabalhadores qualificados, você pode ter que ser criativo em termos de como levar trabalhadores para o local de trabalho, o que pode aumentar os custos a longo prazo. Sua estratégia geral de recrutamento e esforços táticos precisarão estar alinhados com o mercado. Alternativamente, as localizações de armazéns urbanos estão se tornando uma tendência, pois possuem uma força de trabalho muito maior devido à maior densidade populacional e ao acesso ao transporte público, no entanto, tendem a custar mais em geral.

Infelizmente, não existe uma resposta simples para saber se faz mais sentido prático procurar um armazém numa zona rural ou urbana; certifique-se de pesquisar dados demográficos em qualquer área que esteja considerando, bem como programas educacionais locais e níveis de renda estaduais e municipais, para tomar uma decisão informada.

Estes são apenas 8 fatores a serem considerados ao selecionar um local para o centro logístico; há, sem dúvida, muito mais a ter em mente, dependendo dos requisitos exclusivos de sua empresa.

Entre em contato para conhecer soluções para o sucesso de seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Generic selectors
Palavras exatas
Pesquise por título
Pesquise por conteúdo
Post Type Selectors

Digitalize seu Go-to-Market

Faça parte do maior ecossistema de Full Commerce da América Latina!

Como aplicar o mapeamento de dados em seu e-commerce

Independentemente do tipo de negócio, a transformação digital tornou o mapeamento de dados em seu e-commerce uma prática muito…

Saiba o que é Estocagem Logística!

A estocagem logística também pode ser definida como logística do armazém, e inclui a gestão e triagem…

O que faz um analista de fulfillment?

Neste artigo, você vai entender o que faz um analista de fulfillment e como funciona esse processo…

Precisa de uma solução para sua empresa ou indústria?

Nós ajudamos algumas das empresas que mais crescem do mundo a encontrar novas oportunidades de negócios D2C e B2B.

Com soluções abrangentes em Full Service e Fulfillment, quer saber o que podemos fazer pelo seu negócio?

Fale com um especialista!

Conte-nos sobre seu negócio

Ao preencher o formulário e clicar no checkbox, você expressamente declara que está ciente de que a nossa empresa poderá realizar contato com você via e-mail, telefone, WhatsApp ou qualquer outro meio e enviar comunicações para o fim exclusivo de apresentar conteúdos, produtos e serviços relacionados à Infracommerce.

Fale com um especialista!