Infracommerce

Infracommerce
B3

Você sabe o que é Business to Administration?

Você sabe o que é Business to Administration?

Business to administration é um dos setores mais burocráticos e, por isso, é conhecido por pessoas de áreas específicas. O B2A (business to administration) é responsável por transações feitas entre empresas e administração pública. Sendo assim, possui foco em serviços fiscais, segurança pública, registros e outros.

O mundo da tecnologia e o mundo dos negócios compartilham um amor por siglas que podem ser impressionantes às vezes. Uma reação semelhante seguiu a tendência “e” durante o boom das pontocom que viu varejistas eletrônicos, negócios eletrônicos e anunciantes eletrônicos – basicamente qualquer coisa eletrônica.

O B2A foi concebido para ser um deslize na lista de variantes “business-to” que incluem: Ironicamente, o B2A apareceu como uma descrição legítima para uma empresa que vende a consumidores, governos e empresas.

Vale lembrar que essas transações não envolvem somente a compra e venda do produto em si. É preciso considerar todas as etapas do processo como fornecedores, previsão de compras, gestão de estoque e muito mais. E esse tipo de comércio vem ganhando cada vez mais espaço.

O que é o B2A

Como já mencionado, o modelo Business to Administration diz respeito a transações realizadas entre empresas e administração pública. É o caso de serviços fiscais, segurança social, serviços de empregos, documentos legais, registros etc.

Aqui estão as questões legais que você precisa ficar atento, como a necessidade de participar de licitações e renovar sua Cédula de Liquidação de Dívidas (CND). Isso significa que você não pode dever impostos ao governo para ser seu fornecedor e deve pagar todas as taxas e impostos corretamente, incluindo mão de obra.

Na prática, participar de concursos públicos costuma ser divertido, com cada edital trazendo novos conhecimentos. Com o tempo, com mais e mais truques, você se tornará bom em ganhar esse tipo de contrato! Lembre-se: esses acordos geralmente são de longo prazo e oferecem uma remuneração atraente. As empresas que fazem essas vendas também são conhecidas como B2G (Business to Government).

Sobre B2G (Business to Governament)

No B2G, os clientes são órgãos do governo municipal, estadual ou federal que adquirem produtos e/ou serviços por meio de licitações. No Brasil, uma licitação é um tipo de procedimento de compras amparado pela Lei 8.666/1993.

Toda vez que uma agência governamental precisa comprar, ela abre o capital e publica uma licitação. Como você pode ver no anúncio, empresas privadas como a sua podem competir para fornecer o que for solicitado.

Portanto, para se tornar um fornecedor do governo, você precisa ter acesso aos editais de licitações. Isso é possível por meio dos chamados portais de licitações como o “Portal de Compras do Governo Federal” ou o “Portal de Compras Públicas”, entre outros.

Conforme a Lei 8.666/1993, para que a sua empresa possa participar de uma licitação é necessário que ela possua habilitação jurídica, qualificação técnica, qualificação econômica, regularidade fiscal e trabalhista. Como se pode observar, a rigidez das regras é a principal característica do B2G.

Se sua empresa se qualificar, competirá com outras empresas que tentam vender para o governo. Dessa forma, o órgão governamental escolherá como fornecedor aquele que tiver as melhores condições técnicas, legais, financeiras e econômicas e o melhor preço.

De qualquer forma, não importa se seu negócio é omnichannel ou e-commerce, você pode aproveitar os marketplaces públicos para aumentar seus lucros. Para isso, basta criar um departamento de licitações, que se dedique apenas às vendas ao governo.

Alguns pontos-chave devem ser destacados nos requisitos para participar do certame:

  • habilitação jurídica: é preciso garantir a legalidade da sua empresa, apresentando documentos como o contrato social;
  • qualificação técnica: por meio de laudos técnicos, sua empresa precisa comprovar a capacidade técnica de fornecer o produto ou serviço em questão;
  • qualificação econômico-financeira: é necessário mostrar para o governo que a sua organização tem capacidade financeira de fornecer o que está em contrato;
  • regularidade fiscal: para negociar com o governo, é preciso estar em dia com ele, certo? Por isso, é preciso comprovar quais impostos, taxas e encargos sociais estão pagos.

As vantagens do modelo Business to Administration

A principal vantagem ao adotar o B2A (business to administration) como uma estratégia de venda é, sem dúvidas, a segurança do recebimento.

Como em qualquer negócio, é preciso analisar cada caso individualmente e verificar se uma determinada cidade está acompanhando os demais fornecedores. Mesmo assim, a segurança é muito maior quando se trata de autoridades públicas.

O processo de fidelização de clientes – governo neste caso – também é mais fácil.

Não é por acaso que quando o trabalho é bem feito, a reputação da sua empresa melhora, comprovando na prática a qualificação técnica. Dessa forma, é mais provável que sua empresa ganhe mais licitações.

  • selecionar fornecedores para produtos prontos e insumos de produção;
  • receber e conferir os materiais;
  • armazenar as mercadorias;
  • fazer o controle do estoque;
  • fazer uma previsão das compras;
  • realizar o picking, que é a preparação dos pedidos feitos pelos consumidores do e-commerce;
  • contratar a parceria dos Correios ou de transportadoras;
  • embalar;
  • gerar a documentação e as notas fiscais;
  • monitorar os pedidos, a fim de mostrar ao cliente o andamento do procedimento de entrega da mercadoria;
  • gerenciar as entregas.

A logística é responsável pela distribuição, lidando com coisas como o armazenamento e a embalagem das mercadorias. Já os procedimentos referentes a contatos com fornecedores e produção são geridos estritamente dentro do ambiente virtual.

A gestão referente ao armazenamento e à distribuição dos itens da sua empresa online deve ser feita de modo a maximizar a eficiência. Confira, a seguir, os passos necessários para o seu negócio funcionar de forma satisfatória e conquistar o consumidor.

Está pensando em entrar para o mercado Business to Administration? Conte com as soluções da Infracommerce!

Como o D2C pode aproximar os clientes e aumentar as vendas

O D2C é um dos métodos mais comuns no mercado. Você sabe como funciona e os benefícios?…

Delivery Hub: Descubra todas as vantagens dessa tecnologia exclusiva da Infracommerce

Se este conteúdo chamou a sua atenção, provavelmente você está enfrentando problemas na sua gestão…

3 Dicas para aumentar a Satisfação do Cliente

No mercado competitivo, novos negócios estão surgindo e o poder está apenas nas mãos dos…

Quer fazer parte
do seleto grupo
de operações
de e-commerce eficientes e escaláveis?

Entregamos operações de e-commerce de acordo com as necessidades da sua empresa de forma completa ou modular.

Vamos conversar!

Conte-nos sobre seu negócio 

* campos obrigatórios.

Ao me cadastrar concordo em receber novidades sobre e-commerce, varejo e eventos relacionados à Infracommerce.