Os KPIs essenciais para seu e-commerce

Os KPIs essenciais para seu e-commerce

Para ter sucesso no comércio eletrônico, você precisa desenvolver diferentes estratégias de marketing, vendas, gerenciamento e serviço. No entanto, se você não monitorar o desempenho de cada operação, não há sentido em implementar essas operações.

Nesse ponto, surge o papel do KPI - indicadores que indicam se você está no caminho certo para atingir seus objetivos, permitindo otimizar sua estratégia e tomar a decisão mais informada para sua loja online.

Neste artigo, listamos os 8 KPIs essenciais de comércio eletrônico para você medir os resultados. 

Boa leitura!

O que são KPIs essenciais?

Indicadores-chave de desempenho (KPIs) referem-se aos indicadores-chave de desempenho em português. É uma ferramenta que permite medir o sucesso das ações nas diferentes áreas do seu negócio.

Ao monitorar os KPIs essenciais de e-commerce, você pode determinar a estratégia que traz os melhores resultados e as estratégias que precisam ser aprimoradas ou abandonadas. Portanto, você pode tomar decisões mais informadas para atingir seus objetivos.

KPIs essenciais são frequentemente confundidos com indicadores. No entanto, é importante distinguir entre esses dois conceitos: Métricas são uma forma de medir variáveis ​​e KPIs são indicadores-chave de seu negócio.

Mais especificamente, considere que se uma determinada métrica for valiosa para atingir seus objetivos e fornecer insights relevantes para o seu negócio, ela também pode ser um KPI.

Conheça os principais KPIs essenciais de e-commerce

Para definir os KPIs mais importantes para sua loja online, você deve primeiro determinar seus objetivos de negócios. Com isso, é possível determinar indicadores que permitem monitorar o andamento dessas metas.

Por exemplo, se você está desenvolvendo e-commerce, aumentar o conhecimento da marca pode ser a principal prioridade. É por isso que o tráfego do site e a taxa de conversão são KPIs essenciais que precisam ser rastreados.

1. Tráfego do site

Para verificar se sua loja está atraindo visitantes e clientes em potencial, o tráfego do site é um indicador importante, que mostra o número total de cliques recebidos no site. Ele pode ser visualizado na seção "Sessões" do Google Analytics.

Vale a pena comparar o tráfego entre os diferentes períodos, analisar os horários de pico e outono das visitas e determinar as possíveis causas dessas duas situações.

Se você quiser aumentar essa métrica, além de melhorar a usabilidade e a velocidade do seu site, também pode tomar medidas de marketing digital voltadas para a geração de tráfego, como a publicidade em mídia paga.

2. Taxa de conversão

Dependendo de seus objetivos estratégicos, as conversões podem abranger diferentes ações do usuário, como compra, registro ou download.

No entanto, no e-commerce, a taxa de conversão geralmente se refere à proporção entre vendas e visitas ao site em um determinado período de tempo.

Este KPI é muito relevante. Afinal, se essas visitas realmente não geram vendas, não faz sentido receber muito tráfego em sua loja.

Para aumentar as taxas de conversão, você pode otimizar diferentes aspectos do e-commerce, como experiência de compra, descrições de produtos e segurança do site.

3. Taxa de abandono de carrinho

Quantos usuários abandonam uma compra em sua loja na finalização da compra? A taxa de abandono do carrinho de compras representa a porcentagem desses consumidores e afeta diretamente sua taxa de conversão.

Para medir essa métrica, você pode registrar a página de fluxo de compra do seu site no Google Analytics.

Os motivos mais comuns para o abandono de carrinhos de compras incluem altos custos de remessa, falta de segurança, poucos métodos de pagamento disponíveis e formulários de checkout muito longos ou complicados.

Se sua taxa de abandono for muito alta, é importante analisar esses aspectos, identificar possíveis pontos de melhoria do negócio e implementar ações de restauração do carrinho de compras (como remarketing).

4. Ticket médio

Esse indicador revela a quantidade média de compras realizadas em sua loja em um determinado período de tempo, ou seja, quanto os consumidores geralmente gastam com seu e-commerce. Dessa forma, pode fornecer informações valiosas para atingir suas metas de vendas.

Para avaliar se a tarifa média de sua loja é saudável, encontre o valor médio desse KPI entre as empresas em seu segmento de mercado e compare-o.

Se o seu desempenho for inferior ao esperado, você pode explorar técnicas de venda online, como up-selling, fornecendo aos consumidores versões de produtos de alta qualidade e cross-selling, sugerindo produtos que complementam os produtos nos quais os clientes estão interessados.

5. Taxa de rejeição

A taxa de rejeição, também conhecida como taxa de rejeição, mostra a porcentagem de visitantes que entraram em seu site, mas saíram sem qualquer interação ou clique em qualquer conteúdo. Esse número pode ser rastreado na sessão "pública" do Google Analytics.

Se for muito alto, você precisa investigar os possíveis motivos pelos quais os usuários não estão participando de seu e-commerce. Por exemplo, o problema pode ser um carregamento lento da página ou um layout não atraente e funcional.

6. Custo de aquisição de cliente (CAC)

Como o nome sugere, o custo de aquisição do cliente (CAC) refere-se ao valor médio do investimento de uma empresa para conquistar novos consumidores em um determinado período de tempo.

Para calcular o custo total, considere todos os custos envolvidos no processo de atração e conversão de clientes, como mídia paga, eventos, ferramentas e software, produção de conteúdo, etc.

Para garantir a rentabilidade e o crescimento do negócio, o CAC não pode ser superior ao preço médio do ticket. Afinal, o investimento na conquista de um novo cliente não deve ser maior do que o valor que ele gasta em sua loja para evitar prejuízos econômicos.

7. Lifetime value (LTV)

A tradução do termo em inglês "lifetime value" ou LVT é "valor vitalício", que é fácil de entender quando o colocamos no contexto correto. Este indicador estima a receita líquida vitalícia dos clientes da empresa.

O valor vitalício de um cliente é quanto dinheiro ele vai dar à sua empresa por todo o tempo em que comprar de você.

Como assim?

Deixe-nos dar um exemplo para tornar mais fácil de entender:

Pense em um de seus clientes que comprou 4 vezes em 2 anos e nunca mais comprou nada.

Cada compra tem um valor diferente:

- Primeira = R$ 25;

- Segunda = R$ 100;

- Terceira = R$ 120; 

- Última = R$ 80.

Portanto, pode-se dizer que o valor vitalício da pessoa (ou LTV) é de R$ 325 reais, que é a soma dos seus gastos durante todo o período do cliente.

Claro, a ideia desse indicador não é fazer uma conta separada para cada cliente.

Isso consumirá muito tempo e será ineficiente.

O objetivo é analisar todos os clientes como um todo e saber o valor médio gasto e o tempo de permanência.

A partir daí, serão feitos ajustes para agregar valor e permitir que o cliente fique mais tempo antes de deixar seu produto ou serviço em busca de outras coisas.

8. Retorno sobre o investimento (ROI)

Acompanhar o retorno sobre o investimento (ROI) é essencial para analisar o desempenho de sua estratégia de negócios como um todo ou em áreas específicas como marketing e vendas.

Este indicador representa o percentual de lucro ou prejuízo associado ao investimento realizado, permitindo avaliar se uma ação tem o retorno esperado e se vale a pena mantê-la, aprimorá-la ou abandoná-la.

Esses dados são fundamentais para serem analisados. Para saber mais leia os artigos relacionados, e caso tenha dúvidas é só entrar em contato com a nossa equipe!

Fale com um especialista

Leia também

Pix para e-commerce: saiba como isso pode alavancar suas vendas

Pix para e-commerce: saiba como isso pode alavancar suas vendas

Se você não conhece o impacto do Pix para e-commerce e como ele pode ser um aliado para o seu negócio, fique atento às nossas últimas atualizações!

Acessar
4 Funcionalidades para aumentar o lucro com as vendas b2b

4 Funcionalidades para aumentar o lucro com as vendas b2b

As vendas B2B são uma realidade cada vez mais presente na rotina dos empresários, junto à muitas responsabilidades. Continue a leitura e saiba mais sobre o tema!

Acessar
Faça um split de pagamento customizado para cada negócio com InfraPay

Faça um split de pagamento customizado para cada negócio com InfraPay

Entenda o que é split de pagamento, veja como usar e para quem é indicado. Além disso, falaremos um pouco sobre os benefícios da InfraPay como solução de pagamento.

Acessar

Assuntos

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações

Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.