Como começar um negócio usando plataforma B2B

Como começar um negócio usando plataforma B2B

Embora vender produtos para empresas pela Internet seja um negócio muito lucrativo, ainda é um campo relativamente novo no Brasil. Portanto, para quem deseja iniciar o e-commerce B2B ou mesmo expandir empresas que já atuam em negócios tradicionais, estamos diante de uma boa janela de oportunidade.

Porém, para ter sucesso neste mercado, é preciso atuar de forma excelente, e isso começa com a estrutura do e-commerce. Para isso, continue lendo para aprender o passo a passo sobre como começar um negócio usando a plataforma B2B que estamos preparando para ajudá-lo a atingir essa meta!

Escolha o nicho em que vai atuar

Muitos empreendedores entram no ambiente online quando já possuem um negócio físico, o que auxilia nesse processo de tomada de decisão, pois desejam apenas expandir o ambiente para aumentar as vendas. Nesse caso, o que eles precisam fazer é estudar como transformar essa adaptação em uma forma virtual com a ajuda de uma plataforma B2B para atingir seus objetivos.

Para aqueles que não definiram esse problema, eles precisam realizar pesquisas mais refinadas para entender o que é melhor para sua situação. Portanto, só é possível definir a próxima etapa depois de definir seu campo de atuação, como planejamento, conhecimento do cliente e da concorrência, estratégias de marketing, etc.

Faça uma análise aprofundada

A estrutura da plataforma B2B para e-commerce depende, antes de mais nada, de um bom plano de negócios. Afinal, somente quando você estimar a escala inicial de sua operação e prever a curva de crescimento, as pessoas realmente começarão a considerar o valor do investimento associado às ferramentas de gestão.

Portanto, é necessário planejar todos os detalhes e o caminho que deve ser percorrido. Além do conteúdo que precisa ser otimizado, metas, valores, visão, missão e indicadores serão usados ​​para traçar o plano e medir o que foi alcançado.

A missão refere-se à razão de existência do e-commerce, ou seja, a razão pela qual existe. Visão é o que você deseja alcançar em um determinado período de tempo. Os valores são os princípios éticos que norteiam todos os comportamentos e pessoas, e fazem parte da cultura organizacional.

As metas estão relacionadas ao que o gerente pretende alcançar. Isso deve ser claramente estipulado e estipulado em diferentes períodos: curto, médio e longo prazo.

Obviamente, todas as empresas, inclusive as virtuais, desejam aumentar as vendas. No entanto, também é necessário considerar quais ações serão tomadas e quais realizações devem ser incluídas no plano para atingir esse objetivo maior.

Por exemplo, quais pequenas metas o comércio eletrônico precisa definir para obter mais transações? Eles podem ser incluídos nesta lista: atrair clientes potenciais, converter clientes potenciais em clientes, reter suas ações, alcançar estratégias (como marketing digital), práticas de preços, etc.

Quanto ao processo de especificação de metas, o varejista deve definir o número e a duração da atração de clientes potenciais. Depois, há o número de clientes potenciais que serão convertidos em consumidores.

Conheça bem o seu mercado

Ao considerar como desenvolver o e-commerce, você deve fazer sua lição de casa, tentar entender seus clientes potenciais e suas necessidades, bem como o trabalho de seus concorrentes e os desafios e oportunidades do segmento de mercado escolhido. A principal dificuldade aqui pode estar na avaliação correta do perfil do cliente.

Isso porque o perfil do consumidor final é definido por características mais básicas, como sexo e idade, elementos que não se aplicam ao B2B. Nesse caso, o ideal é investigar as empresas, levando em consideração seu porte e tipo, bem como a quantidade e repetibilidade das necessidades.

No entanto, ainda é necessário acreditar que existem pessoas reais por trás das empresas que utilizam plataforma B2B, portanto, elas têm necessidades de transação. Portanto, dependendo do nicho de comércio eletrônico selecionado, haverá imagens e personalidades diferentes.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Google em 2015, quase metade dos compradores B2B já são millennials. Portanto, saber quem é a outra parte é crucial para entender suas expectativas da transação. Por exemplo, essa geração gosta de ter uma experiência personalizada por meio dos canais digitais.

Portanto, conhecer o cliente - ou a função por ele construída - junto com o plano é a etapa básica para a implementação de qualquer tipo de ação. No caso de vendas online, as lojas geralmente definem várias funções, especialmente em negócios B2B. Portanto, é necessário investigar o perfil dos compradores para obter um conhecimento mais aprofundado de quem eles são.

Em relação aos fornecedores, recomenda-se que a empresa mantenha uma lista completa das recomendações mais confiáveis ​​e melhores. Conforme as necessidades e demandas surgem, isso tornará o processo de tomada de decisão mais fácil. Classificá-los por preço e tipo de produtos oferecidos foi o início da organização.

Tenha um bom catálogo e adapte a precificação

Assim como o perfil do cliente B2B é diferente do perfil B2C, os preços dos produtos e serviços precisam ser diferentes. Afinal, as empresas tendem a fazer exigências muito especiais, o que torna cada venda um processo de negociação único.

Além disso, como cada cliente tem necessidades e compras diferentes, os preços costumam ser personalizados. Qualquer pessoa que compra com frequência e compra mais mercadorias certamente terá um desconto maior do que alguém que acabou de chegar.

Para essas pessoas e outras, tentar vender o mesmo produto para vários compradores (que é a norma para B2C) geralmente não é uma boa ideia para o público B2B. Idealmente, a empresa seria capaz de consultar informações sobre os clientes para que, sempre que ele visitasse sua loja online, pudesse ver itens consistentes com seu histórico de compras.

Também é importante lembrar que o método de pagamento mais comum para transações B2B é o faturamento. Neste caso, de acordo com os termos definidos em contrato, o produto ou serviço é entregue antes do pagamento. No entanto, os pagamentos regulares estão se tornando mais comuns no B2B, e isso acontece quando uma empresa paga mensalmente por um serviço de assinatura de longo prazo.

Em qualquer caso, sua empresa deve ter um bom sistema de controle da receita e do fluxo de caixa do software utilizado, a fim de entender essas peculiaridades e monitorar o índice de inadimplência ou receita futura.

Melhore o atendimento com plataforma B2B

Mencionamos brevemente que a precificação de B2B pode ser uma tarefa muito complexa porque envolve negociação constante. Porque esta relação mais direta entre as empresas exige que os vendedores tenham uma sólida estrutura de atendimento antes e depois da venda.

O site deve fornecer aos visitantes a opção de contatar diretamente um representante da empresa. Esse canal de comunicação é essencial para que os potenciais compradores possam esclarecer dúvidas e permitir que entendam a abrangência dos serviços prestados pela empresa.

Na verdade, uma boa arquitetura de comércio eletrônico B2B deve incluir uma excelente infraestrutura de serviços. Para isso, você pode investir em chats nativos ou mesmo chatbots para estabelecer contato direto com os compradores.

É importante lembrar que o serviço também se estende ao processo de pós-compra. Isso significa que o lojista deve estar sempre em contato com o cliente e verificar sua satisfação com a transação. Para tanto, pode ser realizada uma pesquisa para saber o quanto a empresa tem agradado os consumidores.

Além disso, fornecer espaço para comentários e feedback dos clientes no site pode tornar a plataforma B2B mais humana e dar aos futuros compradores uma sensação de segurança maior.

Por fim, é necessário que haja profissionais para lidar com as interações nas redes sociais. As páginas de comércio eletrônico em ferramentas como Facebook, Instagram e LinkedIn criam uma maneira de o público encorajar os consumidores a fazer novas compras.

Gostou dessas dicas? Já pode aplicar e começar um novo negócio usando a plataforma B2B. Caso tenha dúvidas, você pode entrar em contato com a nossa equipe:


Fale com um especialista

Leia também

Pix para e-commerce: saiba como isso pode alavancar suas vendas

Pix para e-commerce: saiba como isso pode alavancar suas vendas

Se você não conhece o impacto do Pix para e-commerce e como ele pode ser um aliado para o seu negócio, fique atento às nossas últimas atualizações!

Acessar
4 Funcionalidades para aumentar o lucro com as vendas b2b

4 Funcionalidades para aumentar o lucro com as vendas b2b

As vendas B2B são uma realidade cada vez mais presente na rotina dos empresários, junto à muitas responsabilidades. Continue a leitura e saiba mais sobre o tema!

Acessar
Faça um split de pagamento customizado para cada negócio com InfraPay

Faça um split de pagamento customizado para cada negócio com InfraPay

Entenda o que é split de pagamento, veja como usar e para quem é indicado. Além disso, falaremos um pouco sobre os benefícios da InfraPay como solução de pagamento.

Acessar

Assuntos

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações

Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.