Não menospreze o poder feminino na internet

Banner

 

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, as mulheres já são 44% da população economicamente ativa do Brasil.  A revolução dos anos 60, motor para aos demais movimentos feministas, contribuiu para a sua crescente independência, fazendo das mulheres um fator crucial para o desenvolvimento da economia mundial.

Diante de um cenário em que muitas mulheres decidem retardar o casamento e a maternidade para investir em sua vida profissional, elas acabam se dedicando mais ao preparo acadêmico.  Com o aumento do nível de escolaridade surge também maiores oportunidades de ocuparem cargos mais elevados no mercado de trabalho, o que se traduz em melhores salários.

Esta nova mulher é adepta as novas tecnologias, preocupa-se com questões sociais e ambientais e está em contato com uma grande quantidade de amigos por meio das Redes Sociais.  Ela forma um novo e poderoso mercado de consumo que se apresenta com muitas oportunidades e desafios. Para aproveitá-lo é preciso entender seus sonhos, expectativas e prioridades bem como a forma com que gastam seus recursos e o que esperam do relacionamento com as marcas.

As mulheres já são responsáveis por 50,2% do consumo no e-commerce. E diante de tamanho poder de compra, o marketing direcionado ao público feminino tem ganhado espaço.

Elas estão mais exigentes, experientes e com maior poder de decisão e de compra, então os negócios precisam criar estratégias e planejamentos com foco nessas consumidoras.

Darei algumas dicas essenciais para alavancar seu negócio:

Preste atenção no layout do seu e-commerce

Uma das coisas que fazem as mulheres comprarem na Internet é a identificação visual. Como consumidora, posso afirmar que reparamos nos mínimos detalhes. Por isso, aposte em um visual clean e moderno, disponibilize fotos de alta qualidade de seus produtos e invista na produção das mesmas.

Organização é tudo

Certifique-se que seus produtos estejam corretamente alinhados de acordo com as categorias adequadas. Um site poluído e desorganizado com certeza afugentará as consumidoras.

Quanto mais informação, melhor.

Disponibilize uma descrição clara sobre cada produto, destacando os pontos que mais interessam à consumidora. A informe preços, tamanhos, cores e modelos. Não omita informações. Se a descrição de um produto no site não estiver condizente com a realidade, a cliente ficará bastante frustrada.

Facilite as trocas e devoluções

Por muito tempo, comprar roupas e acessórios online era considerado um tiro no escuro. Para conquistar as consumidoras, nada como facilitar sua decisão de troca e/ou devolução, caso a peça não caia tão bem quanto aparentou no momento da compra.

Aposte na praticidade

Ofereça rapidez na entrega, diversidade de formas de pagamento e um canal direto de atendimento como, por exemplo, um atendimento online e suporte através das redes sociais.

Conquiste a confiança da sua consumidora

Por mais que muitas compras sejam feitas por impulso, as mulheres levam em conta questões de segurança. De nada adianta vender-se como uma loja virtual segura se de fato não for. A marca deve transmitir segurança e os certificados digitais são a melhor forma para isso. Ao adquirir os selos, não deixe de expor de maneira visível na página inicial.

Esteja presente nas Redes Sociais

As mulheres utilizam a internet sobretudo como um meio de comunicação. De acordo com Evan Spiegel, CEO do Snapchat, mais da metade dos usuários do aplicativo são mulheres. A participação feminina na rede, chega a 70%. Outro dado bastante significativo é que mais de 90% das mulheres consideram o Facebook sua rede social favorita.

Estar nas Redes Sociais é mais que uma obrigação. Além de promover engajamento com o seu público, o conteúdo gerado nestas faz com que a admiração do consumidor por uma marca ou serviço aumente.

Invista em um Blog

Ter um blog é uma ótima opção para quem tem uma loja virtual e deseja atrair mais clientes, uma vez que conteúdo é fundamental para posicionar as empresas no mundo digital. Ele tem por objetivo atrair e gerar relacionamento com o público certo, na hora certa, por meio da entrega de respostas aos anseios deste público.

2 pontos importantes:

  • Faça um planejamento editorial, ou seja, se organize da melhor maneira para ter vários novos artigos publicados em um determinado período.
  • Esteja em dia com o que é tendência na Internet. Atualize-se por meio de visitas diárias nos principais blogs que falam do setor com que você trabalha e assine todos os feeds possíveis para saber exatamente o que terá um alto potencial de venda.

Como vimos, as mulheres agora detêm maior poder de compra e decisão. Elas se tornaram mais críticas e seletivas com que vão consumir. Por isso, as marcas devem se preocupar em construir uma comunicação mais cuidadosa e eficaz com este público. Quem ainda não investe nas mulheres, com certeza está perdendo uma boa fatia do mercado.