Por que B2B?

img_01

  1. Relacionamento mais próximo com os lojistas.
    Criação de um novo canal que proporciona um relacionamento direto com os varejistas.
  1. Aumento na oferta de produtos.
    Através do e-commerce ofereça um maior sortimento de produtos.
  1. Ser opção ao Cash Carrier e Atacado
    Atende clientes que hoje não conseguem ser atendidos pelos distribuidores.

Saiba mais

E-commerce B2B: por que ele é a promessa do setor?

Por Gregory Perez, Gerente de E-commerce B2B

img_banner

As relações de consumo compreendem um perfil mutável que responde diretamente às tendências de comportamento do público. Em um mundo cada vez mais conectado, a maneira como o consumidor se relaciona com as marcas se transforma dia a dia, e aponta uma necessidade paradoxal: o ambiente online exige cada vez uma conexão pessoal.

No Brasil, o mercado B2C online já compreendeu esse movimento e atua constantemente para encantar seu público-alvo, convertendo clientes em fãs, seja por meio de canais como redes sociais, integrações Omnichannel que integram offline e online ou ações personalizadas. Porém, o que já é realidade no varejo, parece ainda não ter sido percebida pelos negócios B2B.

Saiba mais

O E-COMMERCE VAI MATAR OS SHOPPINGS CENTERS?

Por: Kai Schoppen,  CEO da Infracommerce 

Pesquisa divulgada pelo banco Credit Suisse, prevê ainda que 20% a 25% dos shoppings centers norte-americanos devem fechar no espaço de 5 anos. Em valores absolutos, 250 dos 1200 shoppings centers nos EUA serão fechados – muitos deles grandes empreendimentos.

Esses números têm uma causa clara: a chegada do comércio eletrônico.

A conectividade e o uso de ferramentas e serviços online, os modelos de comportamento e consumo mudaram, criando uma nova necessidade para o mercado. Além disso, no caso dos EUA, sendo o quarto maior país do mundo em extensão territorial, não é difícil imaginar as barreiras geográficas que as marcas enfrentam diariamente para marcar presença junto ao seu consumidor, problema praticamente eliminado pelo e-commerce. Prova disso é que o mesmo levantamento da Credit Suisse mostrou que o número de vendas online do vestuário norte-americano deve pular dos 17% atuais para 37% até 2030.

Saiba mais

4 Grandes segredos para criar experiências de compra memoráveis

img-post

Hoje o cenário é bastante diferente.

Foi-se o tempo em que a única preocupação de quem vende online é oferecer uma loja virtual que funcione perfeitamente e principalmente proporcione segurança para o comprador.

A começar pelo fato de que, aos olhos e percepção do consumidor, não existem diferenças entre loja física e virtual. Espera-se encontrar e comprar o mesmo produto, pelo mesmo preço e qualidade da loja física, diretamente do computador ou celular. Saiba mais

Puket – A marca referência em meias (e muito mais)

2

A Puket é uma das maiores fabricantes de meias do Brasil e recentemente expandiu seu mercado de atuação para alguns países da América Latina e no resto do mundo, contando com mais de 6.000 pontos de venda. Com o sucesso nas vendas, a marca começou a criar pijamas, lingerie, moda praia, acessórios e calçados, tudo com um visual despojado e criativo.

Desde setembro de 2015, a Infracommerce é parceira da Puket como a empresa responsável pelo e-commerce da marca através da contratação de grande parte dos nossos serviços de terceirização. O desafio era aumentar a performance de vendas na loja virtual, mas como proceder com uma marca tão consolidada no mercado offline? Saiba mais

Infracommerce recebe investimento da gigante japonesa Transcosmos

1

Empresa líder em fullservice para e-commerce recebe aporte em primeiro passo da japonesa no Brasil

De olho no mercado brasileiro de e-commerce, o maior da América Latina, a Transcosmos fez o primeiro investimento no país através da Infracommerce, líder em fullcommerce para e-commerce, que deverá processar mais de 500 milhões de reais em vendas de seus clientes neste ano. Saiba mais